Prefeitura quer dobrar compras locais e incentiva o empreendedorismo

Prefeitura quer dobrar compras locais e incentiva o empreendedorismo


Publicado em: 24/10/2018 17:36 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

Prefeitura quer dobrar compras locais e incentiva o empreendedorismo

Agilizar processos e capacitar empreendedores, dando espaço às micro e pequenas empresas e MEIs, estão entre as metas

Desde que implantou o Programa Cidade Empreendedora, a Prefeitura de Quatro Barras vem lançando um olhar atento a micro e pequenos empreendedores, a fim de fortalecer seus negócios e movimentar a economia local com a geração de trabalho e renda.

Nesta terça-feira (23), uma reunião de trabalho entre equipes do SEBRAE e da Sala do Empreendedor e o prefeito Angelo Andreatta (Lara) traçou as próximas medidas de incentivo ao empreendedorismo.

As ações de apoio vão de uma ponta a outra, desde a abertura da empresa até a capacitação dos empreendedores para se tornarem possíveis fornecedores da Prefeitura. Hoje, a Sala do Empreendedor já oferece todo o suporte para MEIs, micro e pequenas empresas, com consultoria para quem está começando e para quem já está no mercado.

"Vender para a Prefeitura hoje é uma oportunidade de negócio, não só pelo fato de o Município ser um bom pagador, que cumpre prazos e honra suas obrigações, como também pela demanda de consumo em todas as áreas que abrangem o serviço público", disse o consultor do SEBRAE, Marcos Alves Góes.

Para que esta engrenagem funcione, grupos de trabalho da Prefeitura estarão concentrados em duas frentes: uma voltada ao processo de simplificação (para agilizar processos internos de abertura e regularização das empresas) e outra voltada ao planejamento das compras municipais. 

Lara disse que outras medidas importantes também serão priorizadas: o treinamento de servidores que atuam nestas áreas (de tributação, meio ambiente, saúde e urbanismo - responsáveis pela parte operacional e de fiscalização); capacitação de empreendedores locais e aproximação entre ambos (setor público e empresários).

"Queremos realmente que todas estas etapas aconteçam, favorecendo o empreendedorismo, fortalecendo negócios já existentes, gerando trabalho e renda a nossa população. E temos todas as ferramentas para isso. Mesmo a ausência de capital de giro para quem deseja investir hoje pode ser solucionada no próprio município, na Sala do Empreendedor, com o suporte da Fomento Paraná. Com essas medidas, queremos elevar de 14% para 30% o volume de compras locais", afirmou Lara.

O encontro também teve a participação da secretária de Administração, Ana Paula Pires; do secretário de Governo, Marco Aurélio Bürkner; do agente de Desenvolvimento da Sala do Empreendedor, Carlos Teixeira; e da servidora do Departamento de Tributação, Juliana Mabilin de Lima Leite.