Oficina Técnica do Plano Diretor discute necessidades e potencialidades de Quatro Barras

Oficina Técnica do Plano Diretor discute necessidades e potencialidades de Quatro Barras


Publicado em: 04/07/2019 16:01 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

Segunda-feira, (1), foi realizada a 1ª Oficina Técnica e capacitação da revisão do Plano Diretor de Quatro Barras. O evento marcou o início da segunda fase do plano, Análise Temática Integrada, onde é feito um levantamento da situação do município em diversos aspectos, como uso e ocupação do solo urbano e rural, capacidade de atendimento e distribuição da infraestrutura, equipamentos e serviços públicos, condições gerais de moradia, mobilidade e acessibilidade, capacidade de investimento do município, entre outros.

            Entre os presentes, estavam representantes da Equipe Técnica Municipal, do Grupo de Acompanhamento, da Equipe de Coordenação e da Equipe de Consultoria.

            O evento teve início coma explicação do coordenador técnico e engenheiro civil da URBTECTM, Gustavo Taniguchi, sobre a legislação: contexto geral e leis correlatas que poderão ser aplicadas para o ordenamento do município. Em seguida, o arquiteto urbanista Juliano Geraldi explanou sobre os atores e as suas responsabilidades no processo de construção da Revisão do Plano Diretor e sobre as questões gerais do Plano Diretor.

            Em seguida, foram realizadas as dinâmicas participativas com objetivo de promover a integração do grupo, identificar cada um dos atores, sua formação, propostas iniciais e possíveis contribuições para o Plano, além de evidenciar a importância de cada participante no processo. Para a realização da dinâmica, os participantes do evento foram divididos em grupos temáticos: Turismo Natural e Agroecologia; Acessibilidade, Mobilidade e Inclusão Social; Uso do Solo e Meio Ambiente; Logística, Indústria e Mineração e Serviços Públicos e Políticas Sociais.

 

Principais questões levantadas em cada tema:

Turismo Natural e Agroecologia: ocupações irregulares em área rural; explorar melhor o potencial do turismo natural; deficiência de serviços prestados aos turistas: como restaurantes abertos aos domingos e internet na área rural.

Acessibilidade, Mobilidade e Inclusão Social: necessidade de estruturação de acesso à área rural; falta de ligações entre bairros; necessidade de melhoria no acesso à Piraquara; criação de alternativa de acesso central; ausência de calçada e ciclovia no trevo de acesso ao município e em frente a pontos de parada de Transporte Público Coletivo.

Uso do Solo e Meio Ambiente: ​restrições de uso e ocupação do solo e meio ambiente; necessidade de regularização fundiária urbana e rural na Serra da Baitaca (área de preservação); melhorias no saneamento (obras de ampliação de rede de esgoto) nas localidades de Pinheirinho e Borda do Campo; falta de mapa de áreas de risco (áreas passíveis de inundação, deslizamento, entre outros).

Logística, indústria e Mineração: necessidade de melhorias na logística, para atrair empresas; rever mineração na área rural adequando a questão ambiental.

Serviços Públicos e Políticas Sociais: área rural é mais carente de estruturas e serviços públicos; necessidade de implantar um centro de apoio de serviços na área rural; garantir a permanência das empresas, gerando emprego e renda.


Leia também

Secretaria Municipal de Governo

Defesa Civil cria iniciativas de prevenção à soltura de balões

01/07/2020 18:25

Secretaria Municipal de Assistência Social e Cultura

Assistência Social recebe doação de 2 mil máscaras do projeto Mãos que Ajudam

10/06/2020 08:55

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura

Prefeitura e moradores realizam limpeza de rio quatro-barrense

02/06/2020 09:47

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Industrial Comercial e Turismo

Série Gente que Empreende

01/06/2020 20:06