Etapa da Graciosa, em Quatro Barras, consagra campeões do Brasileiro de Rally

Etapa da Graciosa, em Quatro Barras, consagra campeões do Brasileiro de Rally


Publicado em: 23/11/2018 11:48 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

Etapa da Graciosa, em Quatro Barras, consagra campeões do Brasileiro de Rally

Trecho histórico usado por Dom Pedro II sedia final da temporada de um dos eventos mais aguardados do automobilismo

Foi nas curvas sinuosas da Estrada da Graciosa, em Quatro Barras, que 17 pilotos participaram da última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, realizada no fim de semana. O mesmo trajeto usado por Dom Pedro II e sua comitiva em 1880 agora foi palco para um dos eventos mais aguardados do automobilismo, trazendo um desafio extra: a prova em asfalto, que exige ainda mais habilidade de pilotos e navegadores.

As 17 duplas competidoras levaram pouco mais de uma hora para contornar os 120 quilômetros de trechos cronometrados, divididos em oito especiais ao longo do sábado.

E na rota real, teve piloto e navegador que viraram “reis”, pois além de conseguir superar o desafio na Serra da Graciosa, eles também conquistaram o título do Campeonato Brasileiro. Na categoria RC2N (4×4), os paulistas Paulo Nobre e Gabriel Morales saíram da pista, mas ainda garantiram o título.

Os também paulistas Luiz Facco/Francis Herrero chegaram em segundo. Também nesta etapa, o título da categoria RC4 – a mais forte dos carros de tração 4×2, ficou em casa. Os paranaenses de Cascavel, Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan também não precisavam vencer pela vantagem adquirida nas etapas anteriores. Chegaram em terceiro, conquistaram mais um pódio e desta vez o inédito campeonato.

Na RC5 (categoria de entrada dos carros de tração 4×2), o mineiro Victor Corrêa e o navegador catarinense Maicol Souza, já eram campeões por antecipação. Mesmo assim, somaram mais um pódio na temporada chegando na terceira colocação na etapa paranaense.

Festa caseira
Na prova de sábado, os paranaenses Maurício Neves e Leandro Ferrarini acabaram sendo os vencedores da 32ª edição do Rally da Graciosa, o mais tradicional do calendário nacional. Foi a quarta vitória seguida do piloto na prova da Graciosa.

Também paranaenses, os irmãos Leonardo e Frederico Zettel venceram a prova na categoria 4×4, a RC2N. Na RC5, a prova do Paraná teve vitória da dupla Luiz Afonso Poli/Damon Alencar.

Graciosa: estrada que faz história
Conhecida por seu legado e importância, a Estrada da Graciosa continua a fazer história. É acreditando neste potencial, que o município abrigou a etapa do Campeonato Brasileiro de Rally. Com apoio da Prefeitura Municipal, através do Departamento de Turismo, e realização da RPMC - Rally e Pista Motor Clube, o evento teve não apenas as provas em território quatrobarrense, como também um grande evento de premiação, com shows e feira gastronômica.

O prefeito Angelo Andreatta (Lara) disse que o evento movimenta a cidade e o turismo. "É uma grande oportunidade de se fazer conhecer Quatro Barras, suas belezas, seu povo, enfim, de colocar o município na rota dos grandes eventos. Fiquei muito feliz de acompanhar o rally, ver o dinamismo das equipes, a garra dos pilotos. Agradeço a todos os organizadores e nossas secretarias pela realização do evento", afirmou Lara.

O Rally da Graciosa é a única prova de asfalto da América latina. Além dos 34 competidores, aproximadamente 70 mecânicos e 37 voluntários trabalharam durante a prova. O evento contou com o apoio da Guarda Municipal de Quatro Barras, 4 Barras Auto Center e Restaurante Madalosso, e patrocínio das empresas Militec 1, Apetrechos.com.br e Total Storage Brasil.


RESULTADO FINAL DO RALLY DA GRACIOSA 2018

1 – Maurício Neves/Leandro Ferrarini – Peugeot 207 – (RC4) – 1h11min45

2 – Leonardo Zettel/Frederico Zettel – Peugeot 207 XRC (RC2N) – 1h12min48

3 – Junior Siqueira/Kaze Morales – Peugeot 207 (RC4) – 1h13min01

4 – Tino Vianna/André Vianna – Peugeot 207 (RC4) – 1h14min06

5 – Luiz Facco/Francis Herrero – Peugeot 208 MR (RC2N) – 1h14min13

6 – Luiz Afonso Poli/Damon Alencar – Peugeot 206 (RC5) – 1h14min57

7 – Luiz Gustavo Loepper/Bruno Felipe – Peugeot 207 (RC5) – 1h15min04

8 – Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan – VW Gol (RC4) – 1h15min32

9 – Victor Corrêa/Maicol Souza – Peugeot 206 (RC5) – 1h17min15

10 – Edu Paula/Bruno Scarpelli – VW Gol (RC5) – 1h17min28

11 – Evandro Carbonera/Juliano Gracioli – Fiat Palio (RC5) – 1h18min10

12 – Fábio Bagio/Eduardo Bagio – Peugeot 206 (RC5) – 1h21min48

13 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi Lancer (RC2N) – 1h26min12

 


Leia também